+

Workshop Feng Shui e a Roda da Vida

  • 11:00 AM
  • Rua S. João Bosco 349

 

com Arquiteto Carlos Solano – Brasil

 

Dia 25 de Maio, sábado, 11h às 18h

 

Se não puder fazer o bem, tente, pelo menos, não fazer o mal.

Sua Santidade Dalai Lama.

 

O conceito de Roda da Vida está enraizado numa visão oriental e budista na qual cada um de nós vive num mundo onde as experiências sempre se alternam entre prazer e dor, ou luz e sombra.

Somos educados para colocar todas as expectativas de realização pessoal no mundo externo (profissão, posses, casamento etc), que por sua natureza é impermanente e não consegue sustentar os nossos anseios. Isso inevitavelmente nos traz angústia, desapontamentos e dor.

Desse ponto de vista, o que nos mantém presos nessa roda da vida é o sentido de identidade, o ego, o personagem que criamos para nós mesmos com o apoio da nossa cultura e que busca realizar-se apenas no externo.

Esse personagem pode habitar seis reinos diferentes de consciência, ou seja, pode expressar-se em seis diferentes formas de conduta: vaidade, egolatria (denominada de consciência dos “deuses”, pelo Budismo), conflito, inveja (semideuses), livre arbítrio (humanos), inércia (animais), carências (fantasmas famintos), ódio e maldade (infernos).

Mas temos a chance de redirecionar a rota de vida para um nível superior e sublime, pois temos a capacidade de escolha. Sua Santidade Dalai Lama, grande mestre budista, sugere a chave: “Se não puder fazer o bem, tente, pelo menos, não fazer o mal” seja em pensamento, palavra ou ação.

Agindo assim, a roda da vida humana começa a conter mais luz do que sombra, mais alegrias do que dores, até que chega a se “iluminar”, que é o conceito usado pelo Budismo para significar a saída dos ciclos de prazer e dor, para um reino interno de paz, saúde e felicidade.

O Feng Shui, terapia ambiental e um dos oito ramos da medicina chinesa, é composto de vários sistemas. Um deles tem fundamentos budistas e utiliza uma bússola ancestral relacionando-a à Roda da Vida.

Por essa bússola, chamada Ba Gua (palavra que significa oito trigramas), podemos entender como os oito aspectos fundamentais da vida são interdependentes e se relacionam. Podemos perceber que intenções e tomadas de consciência podem modificar o giro da roda e que isso pode ser feito também com a ajuda do que simbolizamos em nossa casa e em nossa vida. Mundo externo e interno são verso e reverso da mesma moeda.

Neste minicurso, vivencial e sem pré-requisitos, vamos reconstruir simbolicamente a nossa Roda da Vida, relacioná-la ao caminho Óctuplo do Buda e aplicar esse conhecimento à nossa casa por meio de exercícios, desenhos e colagens, elaborando os seus muitos significados.

 

MATERIAL (Os participantes devem levar)

Para que os seus trabalhos tenham a sua escolha e presença, providencie o seguinte material para o curso:

  • Um ramalhete pequeno com ervas e flores de sua preferência e uma garrafa pet vazia, com a ponta cortada, para servir de jarro;
  • Revistas velhas para cortar, tesoura e cola;
  • Lápis e borracha;
  • Pequenos adereços e objetos (sugestões: fitas, linhas, miniflores de pano, retalhos de tecidos, botões, medalhas, lantejoulas, missangas etc etc. Leve o que tiver em casa, recicle).

 

Investimento €70

Este valor inclui: certificado de participação; apostila “recheada” de boas receitas para temperar a vida.

 

Inscrições através do formulário.

 

Carlos Solano
  • Arquiteto e escritor nascido e residente no Brasil;
  • Autor dos livros: 1. Casa Natural, 2. Feng Shui – arquitetura ambiental, 3. Casa Nossa de Cada Dia, 4. Nossas Árvores – o resgate do sagrado, 5. Alma da Pedra – assentamentos humanos para o terceiro milênio;
  • Foi colunista da revista Bons Fluidos, Brasil, por mais de 10 anos;
  • Ministra o curso Casa Natural, que tem como abordagem a singeleza da vida e o resgate do cuidado com a casa, a vida, as artes e tradições populares;
  • É estudioso do Feng Shui, ministra os cursos Feng Shui e a Roda da Vida; Feng Shui Ba Zhai; Feng Shui, Casa e Paisagem;
  • Fez viagens de estudos de Feng Shui à Inglaterra, China, Nepal e Tibete;
  • Tem especialização em Pedagogia Waldorf pela Escola Rudolf Steiner de São Paulo;
  • Foi hóspede por longo período na Fundação Findhorn, Escócia.
  • Coordena a campanha Vamos Plantar Um Milhão de Árvores, Brasil.