+

Mindful Self-Compassion – Curso de Autocompaixão

  • 07:30 PM

Um programa de 8 semanas criado por Kristin Neff & Christopher Germer

 

“A falta de amor-próprio vem de nos preocuparmos muito connosco, mas sermos incapazes de aceitar ou perdoar as nossas imperfeições. Com o treino na autocompaixão, aprendemos a tomar contacto com a parte de nós que ainda se preocupa, mas de forma pura, terna e vulnerável. Na realidade, ela nunca deixou de estar ativa, simplesmente tem estado escondida debaixo de camadas e camadas de proteção que nós criamos quando nos sentimos sob qualquer tipo de ameaça.”

Thupten Jinpa

 

A cultura em que vivemos faz com que muitas vezes seja difícil sermos compassivos connosco mesmos. Somos demasiado exigentes e tomamos a linha da frente quando toca a ‘criticar’ as nossas falhas. Esta falta de tolerância, compreensão e bondade tem custos altíssimos no nosso bem-estar.

O programa Mindful Self-Compassion (MSC) é um programa de 8 semanas, empírico e desenhado para desenvolver autocompaixão. Baseado na pesquisa inovadora de Kristin Neff e a na experiência clínica de Christopher Germer, o curso ensina princípios e práticas que permitam aos participantes responder aos momentos desafiantes com mais bondade, cuidado, interesse e compreensão.

As três principais componentes da autocompaixão são a bondade para consigo mesmo, o reconhecimento da nossa humanidade comum, e o cultivo de uma presença consciente.

A autocompaixão pode ser aprendida e cultivada por todos, mesmo por aqueles de nós que não tiveram ainda experiências de afeto preenchedoras, ou que que se sentem desconfortáveis consigo mesmos. É um atitude corajosa que enfrenta a mágoa que muitas vezes infligimos a nós mesmos através da autocrítica, isolamento, autocentramento. A autocompaixão desperta em nós força, resiliência e permissão para reconhecer as nossas falhas, motivando-nos com bondade e oferecendo-nos perdão quando é necessário. Esta é a fundação para nos relacionarmos de forma autêntica connosco e com todos aqueles que fazem parte da nossa vida.

Os estudos científicos têm demonstrado que a autocompaixão está fortemente correlacionada com mais bem-estar emocional, menos ansiedade, depressão, stress, e com a manutenção de hábitos mais saudáveis relacionados com dieta e exercício, assim como com a experiência de relações pessoais mais preenchedoras. E tudo isto está mais perto da nossa experiência do que nós imaginamos, basta darmo-nos essa oportunidade.

 

Qual é a estrutura do curso?

As sessões de 2h30, uma vez por semana, estão organizadas da seguinte forma:

  • apresentação dos temas da semana
  • meditações guiadas
  • exercícios experienciais (escrita, diálogo)
  • período de discussão em grupo
  • sugestões para integrar a prática no dia-a-dia

Adicionalmente teremos um mini retiro de 4h00 dedicado ao aprofundamento das práticas de mindfulness e autocompaixão.

 

Que temas serão exploradas em cada sessão?

Sessão #1: Descobrir a autocompaixão

Sessão #2: A prática de mindfulness

Sessão #3: Cultivar altruísmo

Sessão #4: Descobrir a voz compassiva

Sessão #5: Uma vida com significado

Sessão #R: Retiro de aprofundamento

Sessão #6: Um encontro com emoções difíceis

Sessão #7: Explorar relações desafiantes

Sessão #8: Abraçar a vida

 

O que esperar?
  • Desenvolvimento de autoconsciência dos nossos estados internos
  • Compreensão do que é a autocompaixão na vida diária e dos seus benefícios
  • Entendimento sobre as limitações e impacto da autocrítica
  • Exploração da bondade e da gentileza como meio de motivação
  • Cultivo de recursos para gerir emoções e relações desafiantes
  • Conhecimento e familiaridade de diferentes formas de praticar autocompaixão
  • Reconhecimento dos benefícios de uma prática regular

 

Informações importantes

Para participar não é necessária experiência prévia com a prática de mindfulness ou autocompaixão. No entanto, para garantir a segurança emocional dos participantes, é pedido o preenchimento de um breve questionário antes da confirmação da inscrição.

Este programa destina-se a todos os adultos interessados em conhecer melhor a sua experiência emocional e em cultivar recursos internos para fazer face a essa experiência. No entanto, sendo um programa educacional, não substitui, nem funciona como um processo terapêutico.

A compaixão é uma atitude interna benéfica e energizante, mas o processo de a revelar e cultivar pode trazer à experiência de cada um algumas emoções desafiantes. Assim sendo, um dos mais importantes compromissos dos facilitadores deste programa é criar um ambiente seguro e que suporte o desenrolar natural deste processo.

8 semanas é um compromisso exigente, tanto do ponto de vista prático, como interno, pelo que antes de confirmar a inscrição, os interessados devem planear-se para participar pelo menos em 6 sessões e dedicar cerca de 20 a 30 minutos por dia aos exercícios e práticas sugeridas.

Livro recomendado: The Mindful Self-Compassion Workbook (EN)

 

Informações Práticas

Quando: Início em Outubro

Horário 1: Terças-feiras das 19h30 às 22h00 | 22, 29 Outubro & 05, 12, 19, 26 Novembro & 03, 10 Dezembro

+ manhã de retiro Sábado das 09h00 às 13h00 | 23 Novembro (local a definir)

Horário 2: Quintas-feiras das 15h00 às 17h30 | 24, 31 Outubro & 07, 14, 21, 28 Novembro & 05, 12 Dezembro

+ manhã de retiro Sábado das 09h00 às 13h00 | 23 Novembro (local a definir)

 

Onde: Centro Budista do Porto | Rua São João Bosco, nº 349 Porto

Preço:
(praticamos custos escalonados para que cada um possa contribuir com aquilo que lhe é possível a cada momento)

A. 240€ (+ disponibilidade)
B. 200€
C. 160€ (- disponibilidade)

 

Contactos & Inscrições

Para fazer a sua inscrição preencha este formulário (as inscrições encerram no dia 8 de Outubro)

Para qualquer outra questão, por favor envie um e-mail para catarinatavora@mind-revolution.org

 

Facilitadora:

Catarina Távora [Facilitadora em Formação do Programa Mindful Self-Compassion]

Depois de uma formação académica em Economia (Licenciatura) e Gestão Hoteleira (Pós-Graduação), iniciou a sua carreira profissional na área da banca comercial, tendo depois passado pela hotelaria no grupo Accor e ainda pelo IT da Sonae. Foram esses anos a trabalhar em organizações internacionais e de grande dimensão que deram origem uma reflexão mais profunda sobre a forma como hoje se está a gerir a experiência de trabalho, tornando-se óbvio o quão ubíquos são os níveis de stress, pressão e solicitações às quais se tem de atender de forma imediata.

Esse ritmo acelerado e em constante mudança foi um incentivo para procurar uma forma alternativa de lidar com estes desafios (pressão, distrações, multitasking, imprevistos, oscilação emocional, etc.), tendo encontrado na união entre as tradições contemplativas e a ciência, métodos teóricos e práticos cuja aplicação na experiência cotidiana pode ajudar a aumentar a resiliência e tornar-nos mais imunes a aquilo que acontece externamente.

No final de 2015 começou a colaborar no projeto Mind Revolution, e desde então tem-se dedicado ao aprofundamento destas práticas contemplativas (através de períodos prolongados em retiro, programas de formação e um estudo e prática regular), e à sua tradução para contextos seculares, oferecendo programas abertos baseados em mindfulness, meditação e gestão emocional.

O seu trabalho, fundamentalmente baseado no programa Cultivating Emotional Balance, no qual é facilitadora certificada, e no programa Mindful Self-Compassion (facilitadora em formação), pretende suportar pessoas interessadas em explorar como é que a meditação pode contribuir para um bem-estar mais sustentável, para relações assentes em mais altruísmo, e para uma experiência de maior benevolência e resiliência face aos desafios que o dia-a-dia da vida pessoal e profissional nos oferece.