+

Mindfulness e Autocompaixão: o meu primeiro retiro LOTADO

  • 05:00 PM
  • Casa da Torre, Soutelo, Vila Verde, Braga

 

(…) O aluno diz: “como é que realmente entro na minha vida?” E o professor diz “presta atenção”.
É muito simples. E é muito profundo.
Mas será que conseguimos estar realmente atentos? A nós, aos outros, à vida, ao universo?
Estar realmente atento não é um simples estado, é um verbo. Implica ação. Implica estar aberto, disponível, cuidar.
É o som do canal de regadio a fluir no nosso coração.” Margarida Cardoso

 

Porquê um retiro?

Durante um retiro colocamos entre parênteses o ruído interno e externo do nosso quotidiano. Num retiro temos condições para abrandar, para nos abrirmos à frescura de cada instante e cultivar um estado de consciência aberto e receptivo – um espaço de criatividade. Para aceder a esse espaço, basta repousar no momento presente… e escutar.

O que vamos praticar:
  • a consciência do momento presente (mindfulness)
  • abrir-nos às qualidades do coração, refletir sobre o nosso valor intrínseco
  • ver mais mais claramente os caminhos do bem-estar (através das práticas contemplativas, do encontro e da comunicação autêntica)
  • assumir um compromisso com uma prática (para uma vida com sentido)

 

A quem pode interessar:

Este retiro está previsto para todas as pessoas que estejam ou que pretendam iniciar-se na prática da meditação mas também para aqueles que desejam aprofundar a sua experiência. E fundamentalmente, é indicado para pessoas que, através da meditação e outras prática meditativas, procuram “voltar a casa”, esse porto de abrigo dentro de todos nós, um estado natural de bondade e criatividade, sempre presente.

 

Local: Casa da Torre (Soutelo, Vila Verde, Braga)

Condições: refeições vegetarianas, alojamento em quarto single com casa de banho privativa (duplo a pedido)

chegada sexta-feira dia 5 de Julho pelas 17h

partida domingo dia 7 de Julho pelas 17h

Preço: 125€/pessoa quer seja em quarto single ou duplo
Data limite de inscrição: a partir de 13 de Junho as inscrições estão sujeitas a uma lista de espera.

 

 

Programa provisório

sexta-feira

17h00 – Chegada

18h – 19h30 – Apresentação

20h00 – Refeição

21h00 – Introdução à Meditação e práticas contemplativas

sábado

7h30 – Acordar

8h00 – Movimentos mindful (yoga)

8h30 – Sessão de meditação

9h00 – Refeição da manhã (em atenção plena)

10h30-12h30 – Espaço de resiliência: acalmar corpo e mente

13h – Almoço (em atenção plena)

15h30-16h30 – Meditação em movimento

16h30-19h00 – Espaço de questionamento: o caminho para o bem-estar

19h00 – Movimentos mindful (yoga)

20h – Jantar

21h-21h30 – Sessão de meditação

domingo

7h30 – Acordar

8h00 – Movimentos mindful

8h30 – Sessão de meditação

9h00 – Refeição da manhã em atenção plena

10h30-12h30 – Espaço de transformação: consciência emocional e autocompaixão

13h – Refeição da tarde

15h-16h30 – Meditação e círculo de sabedoria

 

 

orientação: Margarida Cardoso e professora convidada Ivone Anes

 

Margarida Cardoso

Começou a praticar meditação aos 14 anos e aos 24 comprometeu-se com um aprofundamento da prática numa comunidade budista laica, onde viveu cerca de 7 anos. Durante cerca de 9 anos foi a responsável pela delegação do Porto da União Budista Portuguesa. Nessa qualidade, teve a oportunidade de conhecer professores e mestres das várias tradições budistas, o que fortaleceu a sua abordagem inclusiva e não sectária do Caminho. Em 2000 iniciou uma prática dentro do budismo Zen e em 2008 tomou os preceitos (Jukai) sob a orientação de Roshi Zen Amy Hollowell. Tem a formação de instrutora de meditação Samatha-Vipasyana do Instituto Karma Ling (atual Sangha Rimay). Recebeu ensinamentos de (entre outros mestres) Sua Eminência o Dalai Lama, Dilgo Khyentse Rinpoche, Khandro Rinpoche, Mingyur Rinpoche e Ringu Tulku, e participou em (e em certos casos organizou) retiros orientados por Ajahn Nyanarato, Genpo Roshi, Roshi Catherine Genno Pagès, Roshi Amy Hollowel, Martine Batchelor, Adyashanti, Shingan Francis Chauvet, etc.

É responsável pelo Centro Budista do Porto e pelo projeto secular Centro de Meditação Dhyana, para a integração das artes contemplativas no mundo moderno. É professora de Mindfulness certificada, facilitando o programa MBCT (Mindfulness Based Cognitive Therapy). Tem formação em Mindfulness na Educação (currículo para crianças e adolescentes de Mindful Schools e o programa Still Quiet Place), Mindfulness na Comunicação e MBPM (Mindfulness-Based Pain Management – Breathworks). É facilitadora certificada do programa CIT (Compassionate Integrity Training) e é responsável pelo programa Mindfulness para Professores na Faculdade de Letras do Porto (cursos de Formação Contínua).

Licenciada em Línguas, Literaturas e Culturas, e com formação em Pintura, trabalhou profissionalmente em lexicografia numa editora, e interessa-se ainda por vegetarianismo, artes expressivas, escrita e criatividade, orientando desde 2001 workshops, cursos e retiros de meditação em que integra estas componentes.

 

COMO CHEGAR

Contacto: Casa da Torre | 4730-570 Soutelo | tel: 253 310 400

De autocarro
Entre as 7h e as 20h15, numerosas carreiras saem da central de camionagem de Braga com destino a Vila Verde, Arcos e Monção. Deverá sair na paragem a seguir à ponte sobre o Rio Homem, cortando na primeira à esquerda. Terá à sua frente uma reta com sobreiros (350m). A Casa da Torre é no portão ao fundo dessa reta.

De táxi
Da estação CP ou da Estação de Camionagem de Braga até à casa da Torre custa cerca de 12€.

De carro
GPS 41º36’36.08″N 8º26’17.05″W
De Lisboa, Coimbra, Porto, Braga : vindo da Auto-estrada, saia em Braga Sul/celeirós. A partir daqui está numa via rápida e deverá seguir as indicações “Braga Norte/Estádio/Barcelos”. Vai circundar Braga pelo lado Norte. Depois de ter passado por Braga e de ter tomado a saída para “Vila Verde/Terras de Bouro/Estádio”, passará pela saída estádio e deverá manter-se sempre na via rápida. Esta, ao chegar ao fim, bifurca para Ponte de Lima e/ou Vila Verde. Deverá seguir para Vila Verde (faixa da direita). Depois de sair, estará numa estrada rápida. Andará 2,5 km até encontrar a saída “Amares/Terras de Bouro”.
Saia e estará na estrada velha que liga Vila Verde à Ponte do Bico. A segunda entrada à direita dá acesso a uma reta com sobreiros (350m). Ao fundo, está a Casa da Torre.