Professores e formadores

 

indice2Margarida Cardoso

Praticante budista desde 1985, viveu numa comunidade budista laica durante cerca de 7 anos. Tem a formação de instrutora de meditação Samatha-Vipasyana do Instituto Karma Ling. Em 2000 iniciou uma prática dentro do budismo Zen e em 2008 tomou os preceitos (Jukai) sob a orientação de Roshi Zen Amy Hollowell. Recebeu ensinamentos de (entre outros mestres) SS o Dalai Lama, Dilgo Khyentse Rinpoche e Ringu Tulku, e participou ainda em retiros orientados por Ajahn Nyanarato, Genpo Roshi, Catherine Genno Roshi, Roshi Amy Hollowell, Martine Batchelor, Adyashanti, Shingan Francis Chauvet, etc.

É responsável pelo Centro Budista do Porto e pelo projeto Centro de Meditação Dhyana. É facilitadora do currículo em Mindfulness na Educação de Mindful Schools e tem formação em Mindfulness na Comunicação e MBCT (Mindfulness Based Cognitive Therapy – sob a supervisão de Patrizia Collard, PhD).

Trabalhou profissionalmente em lexicografia, e interessa-se ainda por desenho contemplativo, escrita e criatividade, orientando workshops, cursos e retiros de meditação em que integra estas componentes.

Blog http://margaridazulcardoso.wordpress.com/

 

joaoJoão Sá Nasceu em Vila Nova de Gaia em 1970. Muito cedo iniciou uma procura pessoal que integra prática de meditação e práticas artísticas. Ao entrar em contato mais profundo com o budismo, interessou-se pelo diálogo entre as tradições Zen e Tibetana. Participou em vários retiros e ensinamentos destas tradições, com especial enfâse em retiros de silêncio. Paralelamente foi desenvolvendo uma prática de animador, tendo integrado no seu trabalho com grupos o sorRISO, teatro sensorial e artes contemplativas. É um dos fundadores de Camélia Branca Sangha Porto, grupo Zen da tradição de Thich Nhat Hanh e do projeto TerrAbraço EcoArte.

 

diogo Diogo Rolo é licenciado em Economia e Mestre em Finanças pela Faculdade de Economia do Porto. O seu interesse pelas tradições contemplativas do Oriente, especialmente o Budismo, começou em 2007, tendo de seguida explorado várias escolas e tradições meditativas. Desde 2011, o seu interesse profissional tem-se focado na convergência entre as descobertas mais recentes da ciência Ocidental e a sabedoria milenar das tradições contemplativas do Oriente, explorando formas de integrar este conhecimento no local de trabalho, com o objectivo de melhorar a performance e o bem-estar dos colaboradores das mais exigentes organizações da actualidade. Em 2013 tornou-se instrutor certificado do protocolo “Cultivating Emotional Balance“, um programa elaborado a pedido de SS o Dalai Lama com o objectivo de desenvolver uma abordagem secular que estimule o equilíbrio emocional.

https://www.linkedin.com/in/diogorolo

 

catarinaCatarina Távora Com uma formação académica em Economia e uma Pós-Graduação em Gestão do Turismo e Hotelaria, Catarina Távora acumula 6 anos de experiência corporativa internacional. O seu entusiasmo pelo florescimento humano levou-a a começar a explorar algumas das práticas contemplativas do Oriente, quando conheceu o Centro de Estudos Budista Bodisatva no Brasil. Em 2016 tornou-se instrutora certificada do programa Cultivating Emotional Balance (CEB) e o seu objetivo é o de partilhar ferramentas que possam contribuir para o cultivo de um maior nível de bem-estar e equilíbrio emocional.

 

 

13501728_10208091913727430_3266391810239012740_nIvone Ruth Anes de Almeida

Licenciada em Filologia Germânica; foi professora de Português e Inglês em escolas do ensino público e particular (2º e 3º ciclos); tem formação em teatro, expressão dramática e música; integrou grupos de teatro amador e profissional; desenvolveu projetos centrados na aplicação das práticas dramáticas na educação, em clubes de teatro e em associações culturais; dinamiza sessões de leitura e escrita criativa e leitura em escolas, bibliotecas e associações culturais; dinamiza oficinas criativas como monitora no Serviço Educativo da Fundação de Serralves, no BOA (Bombarda Oficinas de Artes) e outros espaços. Durante o ano letivo 2015/2016 introduziu este programa numa escola do agrupamento D. Pedro I (Canidelo). É praticante de yoga e meditação há algumas dezenas de anos, com formação de instrutor de yoga.

 

Carla Queirós trabalha em Engenharia do Ambiente. Tem formação em meditação e mindfulness pelo Centro Budista do Porto, sob a orientação de Margarida Cardoso, e em Hatha Yoga pelo Núcleo de Estudos Nataraja, com os professores Jorge Saraiva e Francisca Pimenta. Pratica Yoga desde 2010, tendo começado a ensinar recentemente no Centro Budista do Porto, no Canto do Sol (Matosinhos) e na Fisiokids (Maia).

 

 

 

 

 

Professores convidados:

tse22Tsering Paldron

Praticante budista desde 1974, Tsering Paldron viveu muitos anos na Bélgica e em França. Recebeu ensinamentos e iniciações de muitos Lamas e, entre 1984 e 1988, fez o tradicional retiro de 3 anos na Dordogne, França, sob a direcção espiritual de Dudjom Rinpoché e Dilgo Khyentsé Rinpoché (mestre do Dalai Lama e de Ringu Tulku), dois dos mais importantes Lamas contemporâneos (entretanto já falecidos) e Tsetrul Pema Wangyal Rinpoche.

Em 1992 começou a ensinar o budismo e voltou para Portugal em 1996, onde tem vivido nos últimos anos, apesar de viajar bastante. Foi tradutora do Dalai Lama aquando da sua primeira visita a Portugal e tem sido tradutora de muitos outros lamas para francês e português. Conheceu Ringu Tulku em 1997 e tem seguido os seus ensinamentos e sido sua tradutora em inúmeras ocasiões.

É autora de “A arte da vida”, “A alquimia da dor”, “As aventuras de Tachi, o grilo tibetano” (livro de contos infantis) e de “A dignidade e o sentido da vida” sobre cuidados paliativos em colaboração com outros autores. O seu mais recente livro é “O Hábito da Felicidade”.

É presidente da AMARA, Associação pela Dignidade na Vida e na Morte.

Página: Tsering Paldron

 

mario Mário Madrigal Investigador em desenvolvimento humano, coach e formador desde 1992. Iniciou o seu percurso profissional como economista e professor universitário em Espanha. Desde 1996 reside em Portugal onde foi empresário até 2012, momento em que decidiu dedicar-se em exclusividade ao setor social através da Wakeseed, seguindo a sua vocação real. Paralelamente ao seu percurso profissional, Mário graduou-se em Coaching e Inteligência Emocional na Universidade Camilo José Cela de Madrid, cursou estudos teatrais em vários centros de Lisboa, entre eles o Programa Anual de Educação Teatral para profissionais da Educação da Fundação Gulbenkian, e está em permanente formação em diversas áreas do desenvolvimento humano em centros nacionais e internacionais, especializando-se atualmente na educação não formal para a morte, área na qual é voluntário no acompanhamento de pessoas em fim de vida.

Página http://www.wakeseed.org/

 

13754426_10206639218282035_4764978244514556123_nManuela Margaride – Pratica yoga (Hatha Yoga) há 13 anos com Dulce Azevedo. Participou em vários retiros na Casa Karuna e na Quinta das Águias, com Bruno Teixeira e Paulo Vieira. Curso de introdução ao Vedanta com Gloria Arieira na casa Ganapati. Curso de Yoga sutras no Centro Amrita de Yoga com Miguel Homem. Aulas intensivas (2h30) com Miguel Homem na casa Ganapati. Intensivo de Yoga método Iyengar com Leonor Castilho no Centro Amrita de Yoga. Curso de Pranayama e Antar Mouna com Pedro Kupfer na casa Ganapati. Curso de Yoga para Crianças com Miguel Correia. Ensina desde 2009 sob a orientação de Dulce Azevedo.

 

carmoCarmo Marques é formada em Direito pela UP. Frequentou durante 2 anos o Curso de Feng-Shui na Escola Nacional de Feng-Shui do Instituto Macrobiótico de Portugal, tendo estudado feng shui clássico e Intuitivo.Interessou-se pela filosofia oriental desde 2008 e começou o estudo e prática do Budismo sob a orientação de Tsering Paldron. Participou em vários cursos e aulas de meditação e tornou-se Budista, tomando refúgio com Ringu Tulku em 2009 em Londres. Recebeu iniciações de Yangsi Khyentsé Rinpoché e participou em vários retiros com Ringu Tulku e com Tsering Paldron. Carmo Marques complementa a abordagem intuitiva do Feng-Shui com o conhecimento da filosofia e a da prática budistas para a criação de um espaço propício à serenidade e à meditação.

 

jose eduardoJosé Eduardo Reis é professor na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, na área dos estudos literários e investigador de literatura comparada no Instituto Margarida Losa da Faculdade de Letras do Porto. À parte a sua filiação em organizações nacionais e internacionais relacionadas com a sua área profissional, é membro da União Budista Portuguesa, tendo sido vice-presidente da sua delegação no Porto (2005-2008).

A partir de 1988 começou a participar em retiros de meditação orientados pelo mestre zen japonês Hôgen Yamahata, de que se tornou discípulo secular após ter co-traduzido com Manuel Zimbro o seu livro No Caminho Aberto. Na tentativa de integrar e adaptar os ensinamentos essenciais do seu mestre a um contexto secular da cultura ocidental tem vindo a articulá-los com ensinamentos dos professores budistas ocidentais Amy Hollowell, de que traduziu o livro de poemas Ultrassom, Martine Batchelor e Stephen Batchelor, de que traduziu o livro Vivendo com O Diabo.

Como praticante zen ocidental prosseguindo uma pesquisa cultural e socialmente ativa e comprometida é membro do centro espiritual Jikô-An, fundado por Hôgen e sediado em Yegen, Serra Nevada, Espanha, e da comunidade Wild Flower fundada por Amy Hollowell.